Como Criar Um Blog Usando Mapas Mentais

Quando decidi criar este blog, a minha cabeça fervilhava de ideias. Tudo parecia claro. Sabia o que tinha que fazer, sabia como tinha de o fazer e sabia qual era o objetivo que queria alcançar.

​A verdade é que quando me sentei em frente ao computar para começar o Academia de Bloggers, perdi quase um dia inteiro pois não conseguia sequer saber por onde queria começar.

​Este é um problema que tenho, quando me começam a aparecer dezenas de ideias na minha cabeça, não consigo organizar os meus pensamentos de uma forma lógica. Parece que tudo são ideias soltas sem sentido.

​A forma que encontrei para organizar essas ideias soltas na minha cabeça, mesmo antes de saber o que fazer com elas, foi através da criação de mapas mentais (mind maps).

​O Que é Um Mapa Mental?

De acrodo com a wikipedia:

Os mapas mentais procuram representar, com o máximo de detalhes possível, o relacionamento conceitual existente entre informações que normalmente estão fragmentadas, difusas e pulverizadas no ambiente operacional ou corporativo. Trata-se de uma ferramenta para ilustrar ideias e conceitos, dar-lhes forma e contexto, traçar os relacionamentos de causa, efeito, simetria e/ou similaridade que existem entre elas e torná-las mais palpáveis e mensuráveis, sobre os quais se possa planejar ações e estratégias para alcançar objetivos específicos.

Ou seja, é a ferramenta ideal para gerar ideias e relacioná-las. Eu gosto de criar os meus mapas mentais em papel, mas existem uma série de ferramentas que podes usar para cria-los no computador. Uma das minhas favoritas é o Mindmeister.

Como Funcionam os Mapas Mentais?

Eu gosto de pensar num mapa mental como uma árvore.

No centro tens a tua ideia principal, por exemplo criação de ebooks, e os seus ramos são sub-tópicos ou ideias relacionadas como, tipos de ebooks, como escrever um ebook e como publicar um ebook.

A partir daqui podes criar ramos mais detalhados que estão ligados aos outros ramos anteriores.

A melhor parte de um mapa mental, é que a medida que vais gerando ideias, o mapa mental expande-as automáticamente para ti. É como se estivesses a documentar o que se está a passar no teu cérebro, mapeando o fluxo dos teus pensamentos.

​Como Usar os Mapas Mentais Para Criar Um Blog

​Vamos passar a prática.

​Reserva cerca de 30 minutos. Mantém a cabeça limpa e concentra-te. Fecha a porta para te manteres livre de distrações, quero que te dediques totalmente a geração de ideias.

​Arranja uma folha de papel e uma caneta de modo a anotares todas as ideias que tiveres - um dos princípios dos mapas mentais diz que deves colocar todas as ideias, mesmo aquelas que pareçam más ou sem sentido, sem apagar ou editar -

​Para começares a dar corpo ao teu blog, pega no nicho ou tema que decidiste para o blog e coloca-o na folha de papel como ideia principal.

​Seguidamente faz o brainstorm de possíveis categorias relacionadas com o teu tema ou nicho e liga-as a tua ideia principal.

​Finalmente, começa a fazer o brainstorm de possíveis artigos que se enquadram em cada uma das categorias que achaste no passo anterior e faz a respetiva ligação.

​E é isto, podes continuar a fazer o brainstorm de ideias e ir ligando-as as categorias ou até aos próprios artigos. Quanto mais ideias vais colocando no mapa mental, maior vai ser a tua visão do teu tema e mais ideias vais tendo para conteúdo e até para o caminho que o teu blog poderá seguir.

​Um Exemplo Real

​Como gosto de aplicar aquilo que tento ensinar, resolvi criar um caso prático para este artigo, demodo a mostrar como se faz e para exemplificar a simplicidade e a pontencialidade dos mapas mentais.

​Para tal, escolhi aleatóriamente um tópico do artigo 75 ideias de temas para criar um blog e criei o processo desde o início.

​Aqui está o resultado:

Mapa Mental Blog Surf

E aí está, um mapa mental para um blog sobre surf. Demorei sensivelmente 40 minutos a fazer o brainstorming de ideias e a colocá-las na forma de mapa mental.

​Como podem ver, fiquei com uma estrutura bastante sólida que posso usar na criação de conteúdo. Podia ter investido mais tempo a fazer o brainstorming e a expandir o mapa mental, mas acho que para efeitos demonstrativos isto chega.

​A grande vantagem de fazer este exercício antes de começares um novo blog, é que te obriga a pensar estratégicamente sobre o esqueleto do teu blog (categorias) e, mesmo antes de começares, consegues ter uma espécie de roadmap de artigos que poderás querer escrever nas primeiras semanas e até nos primeiros meses.

​Se eu fosse criar um novo blog amanhã, perderia um bom tempo a fazer brainstorming e a colocá-lo num mapa mental.

​E tu? Alguma vez usaste mapas mentais? Partilha a tua experiência nos comentários abaixo.

Nuno Cabral
 

É um estudioso dos mundo dos blogs e dos negócios digitais e tem a ambição de um dia conseguir viver unica e exclusivamento dos rendimentos obtidos nos seus negócios online. Sabe mais...